segunda-feira, 21 de agosto de 2017

O preço da verdade (2)


Então esses oficiais foram ver o rei e disseram: “Esse homem deve morrer ! Suas palavras vão desanimar os poucos soldados que restam, bem como todo o povo. Ele não busca o bem, mas a desgraça da nação”. (Jeremias 38.4)

Verdadeiros amigos não são os que falam somente para nos agradar, mas aqueles que de modo corajoso e humano nos dizem o que precisamos escutar.

domingo, 20 de agosto de 2017

O preço da verdade (1)


Pasur, Jucal, filho de Semelias, e Pasur, filho de Maquias, ouviram o que Jeremias dizia a todo o povo: “Assim diz o SENHOR: ‘Todos que ficarem em Jerusalém morrerão por guerra, fome ou doença, mas os que se renderem aos babilônios viverão. A recompensa deles será a vida; eles viverão !’. Assim diz o SENHOR: ‘A cidade de Jerusalém certamente será entregue ao exército do rei da Babilônia, que a conquistará’”. (Jeremias 38.1-3)

Eu posso até não gostar de ouvir a verdade, mas devo admitir que não há outra maneira de transformar a minha realidade.

sábado, 19 de agosto de 2017

Entre a benção e a maldição (7)


O coração humano é terrivelmente sombrio e enganoso, um enigma que ninguém consegue decifrar. Mas eu, o Eterno, investigo o coração e examino a mente. Eu examino o coração humano, vou à raiz de tudo. Eu trato o homem como ele é na realidade, não pela aparência.” (Jeremias 17.9-10).

Ah, quanta bobagem poderia ser evitada apenas admitindo que minha capacidade de enxergar a vida é muito limitada.

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Entre a benção e a maldição (6)


Feliz é quem confia no Senhor … não se incomoda com o calor, e suas folhas continuam verdes. Não teme os longos meses de seca e nunca deixa de produzir frutos. (Jeremias 17.7-8)

A verdadeira benção não está em querer evitar o sofrimento, mas ser capaz de enxergar em qualquer circunstância uma oportunidade de crescimento.

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Entre a benção e a maldição (5)


Feliz é quem confia no Senhor … é como árvore plantada junto ao rio, com raízes que se estendem até as correntes de água. (Jeremias 17.7-8).

Somente aquilo que vivemos com profundidade é capaz de nos transformar de verdade.

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Entre a benção e a maldição (4)


Feliz é quem confia no Senhor, cuja esperança é o Senhor. (Jeremias 17.7)

Felicidade depende bem mais de como nosso interior percebe o que nos acontece do que de fato se passa ao nosso redor.

terça-feira, 15 de agosto de 2017

Entre a benção e a maldição (3)


Maldito é … quem afasta seu coração do Senhor. (Jeremias 17.5)

Maldição não é tanto aquilo que dos outros recebemos mas quase sempre a consequência da escolha que nós mesmos fazemos.

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Entre a benção e a maldição (2)


Maldito é … quem se apoia na força humana. (Jeremias 17.5)

Quem se acha capaz de resolver tudo no braço, cedo ou tarde descobre que esse caminho transforma a própria vida num grande embaraço.

domingo, 13 de agosto de 2017

Entre a benção e a maldição (1)


Maldito é quem confia nas pessoas. (Jeremias 17.5)

Não conseguirei me relacionar de uma maneira saudável com ninguém se acredito que dependo do outro para ser alguém.

sábado, 12 de agosto de 2017

Fazendo a diferença (7)


Eles lutarão contra você, mas não vencerão, pois estou com você e o protegerei. Eu, o SENHOR, falei!”. (Jeremias 1.19)

Quem do que é certo jamais abre mão tem que se dispor a pagar o preço da rejeição.

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Fazendo a diferença (6)


“Levante-se e prepare-se para agir; diga-lhes tudo que eu ordenar. Não tenha medo deles, senão o farei parecer medroso diante deles.” (Jeremias 1.17)

Coragem não é ausência do medo mas a decisão de agir mesmo que o receio tente nos impedir.

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Fazendo a diferença (5)


Então o SENHOR falou comigo outra vez e perguntou: “O que vê agora?”. Respondi: “Vejo uma panela fervendo, derramando-se do norte para cá”. O SENHOR disse: “Terror vindo do norte ferverá e se derramará sobre o povo desta terra.”  (Jeremias 1.13-14)

Temos liberdade para fazermos nossas escolhas mas seremos sempre prisioneiros das consequências.

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Fazendo a diferença (4)


Então o SENHOR me disse: “O que você vê, Jeremias?”. Eu respondi: “Vejo o ramo de uma amendoeira”. “ Você viu bem”, disse o SENHOR. “Isso significa que estou vigiando e certamente realizarei todos os meus planos.” (Jeremias 1.11-12)

De nada adianta grandes planos realizar sem que durante a execução nos pequenos detalhes queiramos atentar.

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Fazendo a diferença (3)


Então o SENHOR estendeu a mão, tocou minha boca e disse: “Veja, coloquei minhas palavras em sua boca ! Hoje lhe dou autoridade para enfrentar nações e reinos, para arrancar e derrubar, para destruir e arrasar, para edificar e plantar”. (Jeremias 1.9-10)

Nunca saberemos o quão longe podemos chegar sem que o primeiro passo corramos o risco de dar.

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Fazendo a diferença (2)


Então eu disse: “Ó Soberano SENHOR, não sou capaz de falar em teu nome! Sou jovem demais para isso!”. (Jeremias 1.6)

Diante do desafio ninguém nunca está pronto, pois é por meio dele que podemos crescer.

domingo, 6 de agosto de 2017

Fazendo a diferença (1)


“Eu o conheci antes de formá-lo no ventre de sua mãe; antes de você nascer, eu o separei e o nomeei para ser meu profeta às nações”. (Jeremias 1.5)

Ninguém veio a este mundo por acaso, mas corremos o risco de passar toda nossa existência sem consciência do propósito de porque estamos aqui.

sábado, 5 de agosto de 2017

A fé que transforma (7)


Ainda que a figueira não floresça e não haja frutos nas videiras, ainda que a colheita de azeitonas não dê em nada e os campos fiquem vazios e improdutivos, ainda que os rebanhos morram nos campos e os currais fiquem vazios, mesmo assim me alegrarei no SENHOR; exultarei no Deus de minha salvação ! (Habacuque 3.17-18)

A fé que transforma produz uma alegria de viver que vai além do que as circunstâncias nem sempre podem oferecer.


sexta-feira, 4 de agosto de 2017

A fé que transforma (6)


O Senhor, porém, está em seu santo templo; toda a terra cale-se diante dele. (Habacuque 2.20)

A fé que transforma sabe que é preciso aceitar o que não é possível mudar.

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

A fé que transforma (5)


Mas o justo viverá por sua fé (Hc 2.4)

A fé que transforma tem consciência de que cada um deve fazer sua parte mas não se ilude com o caminho da autossuficiência.


quarta-feira, 2 de agosto de 2017

A fé que transforma (4)


Então o Senhor me disse: “Escreva minha resposta em tábuas, para que se possa ler depressa e com clareza.” (Habacuque 2.2)

A fé que transforma sabe que tudo passa mas confia que no final é a Verdade que prevalece.

terça-feira, 1 de agosto de 2017

A fé que transforma (3)


Subirei até minha torre de vigia e ficarei de guarda. Ali esperarei para ver o que ele diz, que resposta dará à minha queixa. (Habacuque 2.1)

A fé que transforma não deixa de pedir mas sabe que tem que aprender a esperar.

segunda-feira, 31 de julho de 2017

A fé que transforma (2)


"Observem as nações ao redor; olhem e admirem-se ! Pois faço algo em seus dias, algo em que vocês não acreditariam mesmo que alguém lhes contasse. Estou levantando os babilônios, um povo cruel e violento." (Habacuque 1.5-6)

A fé que transforma faz planos mas não despreza o imponderável.

domingo, 30 de julho de 2017

A fé que transforma (1)


Até quando, Senhor, terei que pedir socorro ? Tu, porém, não ouves. Clamo: "Há violência por toda parte !", mas tu não vens salvar. (Habacuque 1.2)

A fé que transforma valoriza mais uma boa pergunta do que respostas fáceis.

sábado, 29 de julho de 2017

Encontrando ânimo (7)


Mesmo que fosse possível eu não me esqueceria de você. Escrevi seu nome na palma de minhas mãos. (Isaías 49.16).

Mesmo que não lembrem de mim, ainda assim não serei esquecido.

sexta-feira, 28 de julho de 2017

Encontrando ânimo (6)


Eu sou o Senhor, seu Deus, que lhe ensina o que é bom e o conduz pelo caminho que deve seguir. (Isaías 48.17)

Andei perdido achando que sabia por onde ir, até descobrir o Caminho que devo seguir.

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Encontrando ânimo (5)


Eu o carreguei desde que nasceu, cuidei de você desde que estava no ventre. (Isaías 46.3)

Mesmo que eu não reconheça, a verdade é que Alguém cuida de mim.

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Encontrando ânimo (4)


Não tema, pois eu o resgatei; eu o chamei pelo nome, você é meu. (Isaías 43.1)

Todo mundo quer que eu seja mais um, mas eu sei Quem me chama pelo meu nome.

terça-feira, 25 de julho de 2017

Encontrando ânimo (3)


Pois eu o seguro pela mão direita, eu, o SENHOR, seu Deus, e lhe digo: ‘Não tenha medo, estou aqui para ajudá-lo. (Isaías 41.13)

A primeira coisa que preciso fazer para receber ajuda é querer ser ajudado.

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Encontrando ânimo (2)


Não tenha medo, pois estou com você; não desanime, pois sou o seu Deus. Eu o fortalecerei e o ajudarei; com minha vitoriosa mão direita o sustentarei. (Isaías 41.10)

Mais de uma vez fui abandonado, mas tenho certeza de que nunca estive sozinho.

domingo, 23 de julho de 2017

Encontrando ânimo (1)


Mas os que confiam no Senhor renovam suas forças; voam alto, como águias. Correm e não se cansam, caminham e não desfalecem. (Isaías 40.31)

Todo dia preciso me lembrar: posso fazer muitas coisas, mas não consigo tudo realizar.

sábado, 22 de julho de 2017

Quando tudo vai mal (7)


Senhor, tua disciplina é boa, pois conduz à vida e à saúde. (Isaías 38.16)

Quando vemos aonde nossos erros nos levaram, é hora de aprender que melhor do que pagar o preço de ter que corrigir é a atitude inteligente de saber prevenir.

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Quando tudo vai mal (6)


Agora andarei humildemente por toda a vida, por causa da angústia que senti. (Isaías 38.15)

Como não é possível dos meus erros retroceder, pelos menos devo com eles aprender.

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Quando tudo vai mal (5)


"Este é o sinal do Senhor de que cumprirá o que prometeu. 8 Farei a sombra do sol recuar dez graus no relógio de sol de Acaz’”. Então a sombra no relógio de sol de Acaz recuou dez graus. (Isaías 38.7-8)

Quando a gente achar que tudo vai mal e não tem como melhorar, é bom lembrar dAquele que pode fazer até o tempo voltar.

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Quando tudo vai mal (4)


Então Isaías recebeu esta mensagem do SENHOR: 5 “Volte a Ezequias e diga-lhe: Assim diz o SENHOR, o Deus de seu antepassado Davi: ‘Ouvi sua oração e vi suas lágrimas. Acrescentarei quinze anos à sua vida.

Na vida podemos perder quase tudo, jamais a esperança.

terça-feira, 18 de julho de 2017

Quando tudo vai mal (3)


Quando Ezequias ouviu isso, virou o rosto para a parede e orou ao SENHOR: 3 “Ó SENHOR, lembra-te de como sempre te servi com fidelidade e devoção, e de como sempre fiz o que é certo aos teus olhos”. Depois, o rei chorou amargamente.

Quando para o meu problema não tenho a resolução isso não quer dizer que não exista uma solução.

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Quando tudo vai mal (2)


Por esse tempo, Ezequias ficou doente e estava para morrer. O profeta Isaías, filho de Amoz, foi visitá-lo e transmitiu-lhe a seguinte mensagem: “Assim diz o SENHOR: ‘Ponha suas coisas em ordem, pois você vai morrer. Não se recuperará dessa doença’”. (Isaías 38.1)

Todo dia preciso me lembrar que a última palavra sobre minha vida não sou eu Quem vai dar.

domingo, 16 de julho de 2017

Quando tudo vai mal (1)


Por esse tempo, Ezequias ficou doente e estava para morrer. (Isaías 38.1)

Às vezes, quando deixamos o orgulho crescer, não demora muito pra pagarmos o preço de ver o nosso corpo padecer.

sábado, 15 de julho de 2017

A ilusão do previsível (7)


Então ouvi o Senhor perguntar: “Quem enviarei como mensageiro a este povo? Quem irá por nós?”. E eu respondi: “Aqui estou; envia-me”. (Isaías 6.8)

Quem vive em servir só pra si, cedo ou tarde descobre que a vida pra nada serviu.

sexta-feira, 14 de julho de 2017

A ilusão do previsível (6)


Então um dos serafins voou em minha direção, trazendo uma brasa ardente que ele havia tirado do altar com uma tenaz. 7 Tocou meus lábios com a brasa e disse: “Veja, esta brasa tocou seus lábios. Sua culpa foi removida, e seus pecados foram perdoados”. (Isaías 6.6-7)

Diante daquilo que realmente mais importa em nossas vidas, devemos trocar a ilusão presunçosa do merecer pela atitude honesta de saber agradecer.

quinta-feira, 13 de julho de 2017

A ilusão do previsível (5)


Então eu disse: "Estou perdido ! É o meu fim, pois sou um homem de lábios impuros e vivo no meio de pessoas de lábios impuros. Meus olhos, porém, viram o Rei, o Senhor dos Exércitos !".

Só posso saber realmente quem sou quando me aproximo de modo verdadeiro dAquele que é. (Isaías 6.5)

quarta-feira, 12 de julho de 2017

A ilusão do previsível (4)


Diziam em alta voz uns aos outros: "Santo, santo, santo é o Senhor dos Exércitos; toda a terra está cheia de sua glória !" (Isaías 6.3)

A humanidade levou séculos pra descobrir que o Sol não se movia em torno da Terra. Seria bom que a gente não demorasse tanto pra perceber que o mundo não gira ao nosso redor.

terça-feira, 11 de julho de 2017

A ilusão do previsível (3)


Acima dEle havia serafins, cada um com seis asas: com duas cobriam o rosto, com duas cobriam os pés e com duas voavam. (Isaías 6.2)

Quanto mais quem somos tivermos consciência, menos confiaremos na nossa autossuficiência.

segunda-feira, 10 de julho de 2017

A ilusão do previsível (2)


Ele estava sentado em um trono alto, e a borda de seu manto enchia o templo. (Isaías 6.1)

Precisamos decidir se vamos desperdiçar nossa vida tentando ter controle sobre ela ou se vamos cuidar em vivê-la a cada dia.

domingo, 9 de julho de 2017

A ilusão do previsível (1)


No ano em que o rei Uzias morreu, eu vi o Senhor. (Isaías 6.1)

Se queremos um viver com mais clareza precisamos reconhecer a fragilidade das nossas certezas.

sábado, 8 de julho de 2017

Saindo da negação (7)


Até que, por fim, o SENHOR os expulsou de sua presença, como todos os seus profetas haviam advertido. Assim, Israel foi deportado de sua terra para a Assíria, onde permanece até hoje. (2 Rs 17.23)

Não nos enganemos: aquele a quem muito é dado será sempre bem mais cobrado.

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Saindo da negação (6)


E os israelitas continuaram a seguir todos os caminhos maus de Jeroboão. Não se afastaram desses pecados. (2 Rs 17.22)

Não nos enganemos: de nada vale querermos transferir para outros a responsabilidade, pois cada um de nós terá que pagar o preço pelas próprias iniquidades.

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Saindo da negação (5)


Repetidamente, o SENHOR enviou profetas e videntes para advertirem Israel e Judá ... Mas os israelitas se recusaram a ouvir. Foram tão teimosos quanto seus antepassados que não quiseram crer no SENHOR, seu Deus. (2 Rs 17.13,14)

Não nos enganemos: as pessoas que realmente podem nos ajudar são aquelas que normalmente nos dizem o que não queremos escutar.

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Saindo da negação (4)


Os israelitas também fizeram, em segredo, muitas coisas que não eram corretas diante do SENHOR, seu Deus. (2 Rs 17.9)

Não nos enganemos: sem contar com alguém confiável para nos ajudar, não conseguiremos os pontos cegos do nosso ego identificar.

terça-feira, 4 de julho de 2017

Saindo da negação (3)


Isso aconteceu porque ... Seguiram as práticas das nações que o SENHOR tinha expulsado de diante deles, bem como as práticas introduzidas pelos reis de Israel. (2 Rs 17.7-8)

Não nos enganemos: a influência das pessoas que escolhemos para na intimidade caminhar é bem maior do que podemos imaginar.

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Saindo da negação (2)


Isso aconteceu porque os israelitas adoraram outros deuses. Pecaram contra o SENHOR, seu Deus, que os havia tirado da terra do Egito e os livrado do poder do faraó, o rei do Egito. (2 Rs 17.7)

Não nos enganemos: o risco de repetirmos nossas escolhas equivocadas é sempre bem maior do que imaginamos.