quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Um jeito de viver (4)



Não ajam de forma impensada, mas procurem entender a vontade do Senhor. (Efésios 5.17)

Preciso ter cuidado para não chamar de intuição o que na realidade é um jeito impulsivo de tomar decisão.

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Um jeito de viver (3)



Aproveitem ao máximo todas as oportunidades nestes dias maus. (Efésios 5.16)

A oportunidade que hoje deixo passar é como uma flecha atirada que não pode mais voltar.

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Um jeito de viver (2)



Não vivam como insensatos, mas como sábios. (Efésios 5.15)

Não adianta muito conhecimento acumular, se na minha vida não sei aplicar.

domingo, 10 de dezembro de 2017

Um jeito de viver (1)



Portanto, sejam cuidadosos em seu modo de vida. (Efésios 5.15)

Se resisto em querer me enxergar, não saberei em que devo melhorar.

Um jeito de pertenSER (7)



Amados, nunca se vinguem; deixem que a ira de Deus se encarregue disso. (Romanos 12.19)

Não perdoar é permitir que o mal possa triunfar.

sábado, 9 de dezembro de 2017

Um jeito de pertenSER (6)



Alegrem-se com os que se alegram e chorem com os que choram. (Romanos 12.15)

Um sinal de que minha vida emocional é sadia é ter pelos outros uma profunda e sincera empatia.

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Um jeito de pertenSER (5)



Quando membros do povo santo passarem por necessidade, ajudem com prontidão. Estejam sempre dispostos a praticar a hospitalidade. (Romanos 12.13)

De nada adianta eu dizer que tenho um bom coração se isso não estiver acompanhado de ação.

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Um jeito de pertenSER (4)



Amem-se com amor fraternal e tenham prazer em honrar uns aos outros. (Romanos 12.10)

Às vezes para que alguém seja transformado só precisa que o seu melhor seja validado.

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Um jeito de pertenSER (3)



Amem as pessoas sem fingimento. (Romanos 12.9)

É preciso cuidado para que um amor fingido não seja apenas um narcisismo escondido.

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Um jeito de pertenSER (2)



Da mesma forma que nosso corpo tem vários membros e cada membro, uma função específica, 5assim é também com o corpo de Cristo. Somos membros diferentes do mesmo corpo, e todos pertencemos uns aos outros. (Romanos 12.4)

Quanta ilusão pensar que é possível viver com autosuficiência quando a vida real é marcada pela interdependência.

domingo, 3 de dezembro de 2017

Um jeito de pertenSER (1)



Com base na graça que recebi, dou a cada um de vocês a seguinte advertência: não se considerem melhores do que realmente são. Antes, sejam honestos em sua autoavaliação, medindo-se de acordo com a fé que Deus nos deu. (Romanos 12.3)

Preciso lembrar todo dia quem sou realmente, nem melhor e nem pior, apenas diferente.

sábado, 2 de dezembro de 2017

Liberdade consciente (7)



Tudo é permitido mas nem tudo traz benefícios (1 Coríntios 10.23)

Não há como minha liberdade usufruir se não sei como minhas escolhas discernir.

Liberdade consciente (6)



E, no entanto, sabemos que uma pessoa é declarada justa diante de Deus pela fé em Jesus Cristo, e não pela obediência à lei. (Gálatas 2.16)

Nossa força de vontade pode até nos fazer melhorar mas nunca será suficiente para inteiramente nos transformar.

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Liberdade consciente (5)



Não corro sem objetivo nem luto como quem dá golpes no ar. (1 Coríntios 9.26)

Se não sei onde quero chegar aquilo que chamo de liberdade pode me levar a qualquer lugar.

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Liberdade consciente (4)



Tenham cuidado para que sua liberdade não leve outros de consciência mais fraca tropeçarem. (1 Coríntios 8.9)

Minha liberdade termina onde começa a do meu próximo.

terça-feira, 28 de novembro de 2017

Liberdade consciente (3)



O conhecimento traz orgulho, enquanto o amor fortalece. (1 Coríntios 8.1)

No lugar do preconceito a verdadeira liberdade valoriza sempre mais o respeito.

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Liberdade consciente (2)



Tudo me é permitido, mas não devo me tornar escravo de nada. (1 Coríntios 6.12)

Sem maturidade corro o risco de me tornar presa fácil da minha pretensa liberdade. 

domingo, 26 de novembro de 2017

Liberdade consciente (1)



Tudo me é permitido, mas nem tudo convém (1 Coríntios 6.12)

De nada adianta achar que tenho liberdade se para desfrutá-la me faltar um mínimo de sanidade.

sábado, 25 de novembro de 2017

A ajuda que importa (7)



E cremos em Cristo Jesus, para que fôssemos declarados justos pela fé em Cristo, e não porque obedecemos à lei. Pois ninguém é declarado justo diante de Deus pela obediência à lei”. (Gálatas 2.16)

A ajuda que realmente importa quase sempre só vem de quem sinceramente conosco se importa.

sexta-feira, 24 de novembro de 2017

A ajuda que importa (6)



E, no entanto, sabemos que uma pessoa é declarada justa diante de Deus pela fé em Jesus Cristo, e não pela obediência à lei. (Gálatas 2.16)

Nossa força de vontade pode até nos ajudar a melhorar mas nunca será suficiente para nos transformar.

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

A ajuda que importa (5)



Você e eu somos judeus de nascimento, e não pecadores, como os judeus consideram os gentios. (Gálatas 2.15)

Todo dia preciso de alguém que ajude a me lembrar que não sou melhor - nem pior - do que ninguém.

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

A ajuda que importa (4)



Quando vi que não estavam seguindo a verdade das boas-novas, disse a Pedro diante de todos: “Se você, que é judeu de nascimento, vive como gentio, e não como judeu, por que agora obriga esses gentios a viverem como judeus ? (Gálatas 2.14)

Não tenho autoridade para a ninguém prescrever aquilo que eu mesmo não consigo viver.

terça-feira, 21 de novembro de 2017

A ajuda que importa (3)



Como resultado, outros judeus imitaram a hipocrisia de Pedro, e até mesmo Barnabé se deixou levar por ela. (Gálatas 2.13)

Seja com base numa vida autêntica ou marcada pela incoerência, nossa influência é bem maior da que temos consciência.

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

A ajuda que importa (2)



No começo, quando chegou, ele comia com os gentios. Mais tarde, porém, quando vieram alguns amigos de Tiago, começou a se afastar, com medo daqueles que insistiam na necessidade de circuncisão. (Gálatas 2.12)

Como há lados da minha vida que não consigo enxergar, preciso da ajuda daqueles poucos que se importam comigo e estão dispostos a me mostrar.

domingo, 19 de novembro de 2017

A ajuda que importa (1)



Mas, quando Pedro veio a Antioquia, tive de opor-me a ele abertamente, pois o que ele fez foi muito errado. (Gálatas 2.11)

Preciso saber discernir que aqueles poucos que de fato querem o melhor pra mim nem sempre falam o que gosto de ouvir.

sábado, 18 de novembro de 2017

Oportunizando as dificuldades (7)



Assim, a mensagem de Deus continuou a se espalhar. O número de discípulos se multiplicava em Jerusalém, e muitos sacerdotes também se converteram. (Atos 6.7)

Não é razoável esperarmos que aconteça o impossível se não fazemos o nosso melhor possível.

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Oportunizando as dificuldades (6)



Esses sete foram apresentados aos apóstolos, que oraram por eles e lhes impuseram as mãos. (Atos 6.6)

Diante das dificuldades nosso esforço será sempre importante mas nunca o bastante.

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Oportunizando as dificuldades (5)



A ideia agradou a todos, e escolheram Estêvão, homem cheio de fé e do Espírito Santo, e também Filipe, Prócoro, Nicanor, Timom, Pármenas e Nicolau de Antioquia, que antes havia se convertido ao judaísmo. (Atos 6.5)

Aqueles que no problema têm alguma participação devem também compartilhar da solução.

Oportunizando as dificuldades (4)



Então nós nos dedicaremos à oração e ao ensino da palavra. (Atos 6.4)

Às vezes nossa vida torna-se uma confusão simplesmente porque não sabemos dizer não.

terça-feira, 14 de novembro de 2017

Oportunizando as dificuldades (3)



Sendo assim, irmãos, escolham sete homens respeitados, cheios do Espírito e de sabedoria, e nós os encarregaremos desse serviço. (Atos 6.3)

Ao arriscarmos enfrentar as dificuldades sozinhos há muitas chances de ficarmos pelo meio do caminho.

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Oportunizando as dificuldades (2)



Por isso, os Doze convocaram uma reunião com todos os discípulos e disseram: “Nós, apóstolos, devemos nos dedicar ao ensino da palavra de Deus, e não à distribuição de alimentos. (Atos 6.2)

Enfrentar os problemas é aproveitar a oportunidade para que não aumentem as dificuldades.

domingo, 12 de novembro de 2017

Oportunizando as dificuldades (1)



À medida que o número de discípulos crescia, surgiam murmúrios de descontentamento. Os judeus de fala grega se queixavam dos de fala hebraica, dizendo que suas viúvas estavam sendo negligenciadas na distribuição diária de alimento. (Atos 6.1)

Dependendo da nossa atitude podemos encontrar grandes oportunidades em meio às dificuldades.

sábado, 11 de novembro de 2017

Fazendo a própria vontade (7)



Então voltou para a casa de seu pai. Quando ele ainda estava longe, seu pai o viu. Cheio de compaixão, correu para o filho, o abraçou e o beijou. O filho disse: ‘Pai, pequei contra o céu e contra o senhor, e não sou mais digno de ser chamado seu filho’. (Lucas 15.20-21)

Persistir na negação é só adiar ainda mais a caminhada de restauração.

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Fazendo a própria vontade (6)



Vou retornar à casa de meu pai e dizer: Pai, pequei contra o céu e contra o senhor, e não sou mais digno de ser chamado seu filho. Por favor, trate-me como seu empregado. (Lucas 15.18-19)

Às vezes o melhor a fazer é deixar de lado o orgulho bobo e começar tudo de novo.

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Fazendo a própria vontade (5)



Quando finalmente caiu em si, disse: Até os empregados de meu pai têm comida de sobra, e eu estou aqui, morrendo de fome. (Lucas 15.17)

É lamentável ter que passar por muito sofrimento pra só então se chegar ao arrependimento.

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Fazendo a própria vontade (4)



Embora quisesse saciar a fome com as vagens dadas aos porcos, ninguém lhe dava coisa alguma. (Lucas 15.16)

Seria bom que para aprender nem que fosse um pouco a gente não precisasse bater no fundo do poço.

terça-feira, 7 de novembro de 2017

Fazendo a própria vontade (3)



Quando seu dinheiro acabou, uma grande fome se espalhou pela terra, e ele começou a passar necessidade. (Lucas 15.14)

O problema da falta de prudência é nos deixar despreparados para as situações de contingência.

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Fazendo a própria vontade (2)



Alguns dias depois, o filho mais jovem arrumou suas coisas e se mudou para uma terra distante, onde desperdiçou tudo que tinha por viver de forma desregrada. (Lucas 15.13)

Quem sabe a vida seria bem mais fácil se eu pudesse apenas admitir que de fato eu não sei o melhor caminho a seguir.

Fazendo a própria vontade (1)



Jesus continuou: “Um homem tinha dois filhos. O filho mais jovem disse ao pai: ‘Quero a minha parte da herança’, e o pai dividiu seus bens entre os filhos. (Lucas 15.11-12)

O problema de fazermos somente a nossa vontade é que nem sempre temos consciência do que nossas escolhas trazem de consequência.

sábado, 4 de novembro de 2017

Resistindo aos atalhos (7)



Quando o diabo terminou de tentar Jesus, deixou-o até que surgisse outra oportunidade. (Lucas 4.13)

A vida jamais vai parar de nos questionar se de fato sabemos onde queremos chegar.

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Resistindo aos atalhos (6)



Então o diabo o levou a Jerusalém, até o ponto mais alto do templo, e disse: “Se você é o Filho de Deus, salte daqui. Pois as Escrituras dizem: ‘Ele ordenará a seus anjos que o protejam. Eles o sustentarão com as mãos, para que não machuque o pé em alguma pedra’”. Jesus respondeu: “As Escrituras dizem: ‘Não ponha à prova o Senhor, seu Deus’”. (Lucas 4.9-12)

Se não sei onde quero chegar qualquer caminho que eu encontrar vai me parecer um bom lugar.

quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Resistindo aos atalhos (5)



Então o diabo o levou a um lugar alto e, num momento, lhe mostrou todos os reinos do mundo. “Eu lhe darei a glória destes reinos e autoridade sobre eles, pois são meus e posso dá-los a quem eu quiser”, disse o diabo. “Eu lhe darei tudo se me adorar.” Jesus respondeu: “As Escrituras dizem: ‘Adore o Senhor, seu Deus, e sirva somente a ele’”. (Lucas 4.5-8)

A vida é como a matemática estudada, se está fácil demais é porque alguma coisa está errada.

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Resistindo aos atalhos (4)



Não comeu nada durante todo esse tempo, e teve fome. Então o diabo lhe disse: “Se você é o Filho de Deus, ordene que esta pedra se transforme em pão”. Jesus, porém, respondeu: “As Escrituras dizem: ‘Uma pessoa não vive só de pão’”. (Lucas 4.2-4)

Só conseguiremos resistir aos atalhos de verdade quando aprendemos a respeitar nossas fragilidades.

terça-feira, 31 de outubro de 2017

Resistindo aos atalhos (3)



Jesus, cheio do Espírito Santo, voltou do rio Jordão e foi conduzido pelo Espírito no deserto, onde foi tentado pelo diabo durante quarenta dias. (Lucas 4.1-2)

Só iremos saber se de fato estamos preparados quando diante da realidade formos testados.

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Resistindo aos atalhos (2)



Jesus, cheio do Espírito Santo, voltou do rio Jordão e foi conduzido pelo Espírito no deserto. (Lucas 4.1)

Os atalhos podem nos satisfazer até um certo momento, mas dificilmente nos trarão crescimento.

domingo, 29 de outubro de 2017

Resistindo aos atalhos (1)



Jesus, cheio do Espírito Santo, voltou do rio Jordão ... (Lucas 4.1)

Às vezes, para não chegar onde não devemos, precisamos nos lembrar de onde viemos.

sábado, 28 de outubro de 2017

O cuidado no julgar (7)



Enquanto as mulheres estavam a caminho, alguns dos guardas entraram na cidade e contaram aos principais sacerdotes o que havia acontecido. Eles convocaram uma reunião com os líderes do povo e decidiram subornar os guardas com uma grande soma de dinheiro. Instruíram os soldados: “Vocês devem dizer o seguinte: ‘Os discípulos de Jesus vieram durante a noite, enquanto dormíamos, e roubaram o corpo’. Se o governador ficar sabendo disso, nós os defenderemos, para que não se compliquem”. Os guardas aceitaram o suborno e falaram conforme tinham sido instruídos. Essa versão se espalhou entre os judeus, que continuam a conta-la até hoje. (Mateus 28.11-15)

Não adianta idealizar as instituições, pois elas resultam daquilo que as pessoas que as fazem guardam em seus corações.

sexta-feira, 27 de outubro de 2017

O cuidado no julgar (6)



Pilatos viu que de nada adiantava insistir e que um tumulto se iniciava. Assim, mandou buscar uma bacia com água, lavou as mãos diante da multidão e disse: “Estou inocente do sangue deste homem. A responsabilidade é de vocês”. (Mateus 27.24)

A imperfeição no julgar é algo que todo ser humano tem que admitir e não uma desculpa para deixar de sua responsabilidade assumir.

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

O cuidado no julgar (5)



Nesse momento, enquanto Pilatos estava sentado no tribunal, sua esposa lhe mandou o seguinte recado: “Deixe esse homem inocente em paz. Na noite passada, tive um sonho a respeito dele e fiquei muito perturbada”. (Mateus 27.19)

Às vezes meu julgamento é a rejeição do outro naquilo que em mim mesmo não suporto.

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

O cuidado no julgar (4)



Então o sumo sacerdote rasgou as vestes e disse: “Blasfêmia! Que necessidade temos de outras testemunhas? Todos ouviram a blasfêmia. Qual é o veredicto?”. “Culpado!”, responderam. “Ele merece morrer!” (Mateus 26.65-66)

Por mais que eu queira ser inteiramente racional no julgar, não há como impedir a influência das emoções no meu pensar.