sexta-feira, 25 de abril de 2008

Dois vôos, uma verdade

Todos vão para o mesmo lugar;
todos procedem do pó e ao pó tornarão. (Ec 3.20)

Dois vôos bem diferentes. O destino de um, embora possamos imaginar, só Deus tem a certeza. O do outro, de tão popular, já virou chacota. O primeiro ascendeu sozinho com as próprias asas, custando o pranto de alguns. O segundo, muito bem acompanhado, gastou o que muita gente de bem não esperava.

No último dia 17, Ícaro de Sousa Moreira, reitor da Universidade Federal do Ceará, teve morte súbita, em sua residência, após regressar de viagem a Brasília. Embora apenas com um ano à frente da UFC, a comunidade acadêmica e os funcionários dessa Instituição têm lamentado o desaparecimento inesperado do professor e pesquisador renomado na área de química.

Os jornais de todo o país, nas duas últimas semanas, não deram trégua à viagem do governador do estado do Ceará feita à Europa. Realizada entre 30 de janeiro e 9 de fevereiro deste ano, a viagem custou cerca de 400 mil reais aos cofres públicos, custeando as despesas de uma comitiva que incluiu assessores e respectivas esposas, além da sogra do próprio governador.

Vendo daqui debaixo, dois vôos completamente distintos. Contemplando lá de cima, aos olhos de Deus, talvez revelem uma mesma verdade: um ser humano inteiramente frágil. Na luta constante de saber o que é certo e não fazê-lo. E tendo sempre diante de si a dura realidade de uma existência fugidia.

Um comentário:

fernanda disse...

paiii, amei sua historiinha ^^
muiito + legal q tds do mundo...!!1