quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

Encontre uma vida gratificante saindo da zona de conforto


"Certo dia o SENHOR Deus disse a Abrão: —Saia da sua terra, do meio dos seus parentes e da casa do seu pai e vá para uma terra que eu lhe mostrarei.
Os seus descendentes vão formar uma grande nação. Eu o abençoarei, o seu nome será famoso, e você será uma bênção para os outros.
" (Gn 12.1,2)

Esta semana minha mãe completou, creio eu, uma etapa importante da missão dela aqui conosco. Há catorze anos, ela acolheu uma criança de três meses, abandonada e completamente desnutrida. Pouca gente acreditava que aquele bebê sobreviveria. Ao se despedir de meu irmão, que passará a estudar numa escola profissionalizante, em regime de internato, ela disse: “Meu filho, tudo que foi possível eu fazer para você chegar até aqui, esteja certo que fiz. Agora é a sua parte. Deus te abençoe.”

Tomo o exemplo de minha mãe por ser emblemático do que quero compartilhar. Mesmo depois de abandonada pelo marido e sofrido a perda de três filhos, ela se mantêm como alguém de bem com a vida. Se não explica tudo, em parte credito essa visão positiva que continua cultivando à determinação dela de dedicar-se com afinco à educação dos filhos.

Muitos de nós passamos toda a existência dentro do padrão “tocando a vidinha”. Cuidando somente dos próprios interesses. Voltados para as questões materiais. Lidando apenas com o previsível, sem se permitir novos desafios. Depois de muito tempo, ao constatarmos o tamanho do vazio criado, bate o arrependimento e aí já poderá ser muito tarde.

Felizmente, Abraão, mesmo aos setenta e cinco anos, ouviu de Deus que sua vida, apesar de toda a segurança e bem-estar que desfrutava, precisava de algo mais para fazer sentido. Como retrata o texto bíblico acima, o ainda Abrão foi em busca de uma terra que não conhecia,encarou o enorme desafio, cuja velhice lhe descredenciava, de gerar descendentes e ainda nos ensinou que:

1. O Arquiteto de todas as coisas reservou uma tarefa especialmente para você;
2. Para dar conta de sua missão, você terá que sair da zona de conforto;
3. Nessa jornada, ao abençoar outras pessoas, sua bênção está assegurada;
4. Trata-se de uma caminhada que não se faz sozinho;
5. É preciso entender que, apesar de preciosa, sua vida aqui é apenas uma passagem.

2 comentários:

Amanda disse...

tio,

muito legal o que o senhor escreveu!
é muito bom poder ter o senhor sempre por perto escrevendo de mostrando palavras essenciais para o nosso crescimento.

Então,obrigadaaaaaaaaa!
Amo você!

Que Deus continue dando discernimento,coragem,determinação,vontade e amor para servi-Lo! te amooo!

beijos,sua filha Amanda.

Amanda disse...
Este comentário foi removido pelo autor.